2016-03-30

Gastronomia da Faculdade Max Planck comemora nota máxima do MEC

Jornalistas de Indaiatuba e região celebraram na noite de ontem, 29 de março, a conquista do curso de Gastronomia da Faculdade Max Planck, de Indaiatuba, que recebeu a nota máxima no Ministério de Educação e Cultura (MEC) no início do mês, ficando entre as cinco melhores do Estado de São Paulo.
 
O jantar em comemoração aconteceu no Espaço Gourmet do laboratório do curso e foi preparado pelos alunos da graduação. Estiveram presentes jornalistas de veículos de comunicação de Indaiatuba, Campinas e Sorocaba, além da presença do prefeito de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira.
 
Para celebrar a ocasião em grande estilo, foi preparado cardápio especial que contou com mini-bruschetta de pão de milho com vinagrete de banana da terra e batata doce na entrada; risoto de abóbora e queijo gorgonzola com confit de lombo, no prato principal, e pêra e cumaru de sobremesa.
 
“Essa é uma oportunidade de mostrar para a região que não é preciso sair de Indaiatuba para encontrar um curso qualificado. Poucas instituições conseguem atingir todos os quesitos do MEC e esse é o resultado de um trabalho realizado de forma coletiva”, afirmou o diretor da Faculdade, professor Hector Escobar, ao agradecer a presença dos convidados. 
 
Para o coordenador do curso, professor Caio Henrique Nunes, a conquista é fruto de muito empenho e dedicação. “Nosso principal objetivo na Gastronomia, que tem 80% de prática na grade curricular, é formar profissionais que criem e inovem nas receitas. É muito satisfatório poder compartilhar esse momento com pessoas que acreditam em nosso trabalho”, finaliza.
 
O processo de avaliação do MEC analisa diversas vertentes do projeto pedagógico, corpo docente e infraestrutura da graduação. A avaliação durou cerca de cinco meses e a etapa final contou com a visita da equipe de analistas ao Campus 1 da Faculdade. O curso de Gastronomia da Faculdade Max Planck está em seu 3º ano e prepara o aluno para atuar nas diferentes fases dos serviços de alimentação, considerando aspectos culturais, econômicos e sociais de empresas de hospedagem, restaurantes, clubes, catering, bufês, entre outros.