2015-11-12

Faculdade promove ações durante caminhada em prol do Dia Mundial da Diabetes

A Faculdade Max Planck, em Indaiatuba, em parceria com a Associação de Diabetes Sempre Amigos, Secretaria Municipal de Saúde e Lions Club realiza, no dia 14 de novembro, uma série de atividades em conjunto com a 4ª edição da caminhada para lembrar o Dia Mundial da Diabetes. 
 
O evento este ano terá como tema Agir para mudar o amanhã e será aberto com a caminhada, que terá início às 9h em frente à sede do Lions Club, na avenida Conceição, e seguirá pelas avenidas Visconde de Indaiatuba e Presidente Vargas até a Interclínicas, que fica no campus 1 da Faculdade, localizado na avenida 9 de Dezembro, onde serão realizados, pelos alunos e professores, testes de glicemia, pressão arterial, circunferência abdominal e mapa de conversação, além disso, ainda acontecerão oficinas educacionais, avaliação visual, emissão do cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e os participantes terão acesso a informações importantes sobre a doença. Todas as atividades são abertas à comunidade, não tem custo e serão desenvolvidas pelos alunos dos cursos de Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Nutrição da Faculdade Max Planck em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. 
 
Nem todos sabem que a diabetes é uma condição metabólica do organismo em que a taxa de açúcar no sangue se eleva constantemente devido à resistência à insulina e que existem duas formas de desenvolvê-la. O tipo 1 é quando a produção de insulina é inexistente ou insuficiente para captação da glicose no sangue, já o tipo 2 está diretamente associado a obesidade, má alimentação, sedentarismos, hereditariedade. Juntas, são a quarta maior causa mundial de morte por doença segundo a Federação Internacional de Diabetes (IDF) e, além disso, a cada ano, sete milhões de pessoas desenvolvem a doença. “O objetivo desta ação é a conscientização da população sobre a importância dos cuidados com a doença. segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde aproximadamente 20 mil indaiatubanos têm diabetes. Contudo, estima-se que pelo menos mais 10 mil ainda não sabem que são portadores da doença”, explica um dos organizadores do evento e também membro da Associação, Edivaldo Apolinário, o Didi.
 
Ainda segundo Edivaldo, os dados coletados durante as atividades promovidas no dia 14 serão enviados à Federação Nacional de Associações e Entidades de Diabetes (FENAD) e servirão como um primeiro alerta, principalmente para aqueles que não sabem que têm a doença. “A ação é importante principalmente porque, conforme a IDF se não forem tomadas atitudes de prevenção o número total de pessoas com diabetes em 2025 alcançará os 380 milhões. Já o diabetes tipo 1 não pode ser prevenido. Mesmo assim, a cada ano aumentam os casos registrados”, aponta Edivaldo.
 
A ação acontece no sábado, 14 de novembro, das 9h às 15h, e a organização sugere aos participantes da caminhada que, se for possível, vistam camisetas na cor azul, que é a cor que representa a diabetes. Mais informações pelo (19) 3834 7617 ou (19) 99462 6291.
 
PROGRAMA DIABETES NO CONTROLE
A Faculdade Max Planck iniciou neste semestre outro projeto em parceria com a Associação Sempre Amigos: o Diabetes no Controle é sediado na Interclínicas da Faculdade e visa promover a saúde de pessoas com diabetes e prevenir as complicações relacionadas à doença de forma multidisciplinar, envolvendo as áreas de Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia, Educação Física e Farmácia, ou seja, indo muito além do tratamento da doença, conscientizando os participantes que mesmo com diabetes eles conseguem ter uma vida normal.
 
Atualmente o programa atende um grupo de 32 pacientes, os encontros acontecem três vezes por semana e envolvem realização de atividade física, fortalecimento muscular e fortalecimento cardiorrespiratório. Uma vez por mês acontece a intervenção da equipe de Nutrição, com palestras e atendimento em grupo e atendimento individual nos casos que necessitam de uma intervenção imediata. A Farmácia atua nos dias de encontro orientando os participantes sobre resultado dos exames e a correta utilização dos medicamentos, realizando ainda aferição da pressão arterial e teste de glicemia, já a Enfermagem atua duas vezes por mês com palestras de conscientização e avaliação de pés diabéticos.